Parceiros

Curta-nos no Facebook! - Café com Net

6 dos Mais Valiosos Tesouros Já Encontrados no Mundo

Repleto de mistérios, nosso mundo ainda não foi totalmente explorado. Com isso, pode surgir tesouros que podem mudar a vida das pessoas.
Pode parecer coisa de filmes de piratas, que navegam para ilhas e encontram tesouros fartos que os enriquece, porém esse tipo de coisa realmente acontece no mundo real e neste artigo iremos listar Os Tesouros Mais Valiosos e Impressionantes já encontrados pelo homem, confira:

1. O Tesouro Viking de Cuerdale (Inglaterra)
Imagem/Reprodução: Wikimedia Commons

Encontrado em: 1840 - Valor: 3,2 milhões de dólares americanos
Enquanto consertava o aterro do rio Ribble em Cuerdale, perto de Preston, na Inglaterra, um grupo de trabalhadores desenterrou uma caixa de chumbo. Dentro havia um dos maiores tesouros vikings já encontrados — mais de 8.600 itens foram documentados, incluindo moedas de prata, vários pedaços de jóias e lingotes de prata.

Embora a maioria dos itens tenha se originado nos reinos Vikings ingleses, parte do tesouro também foi encontrada em outras regiões, incluindo Escandinávia, Itália e Bizâncio.

O tesouro foi apresentado à rainha Victoria, e parte dele está agora em exibição no Museu Britânico (como visto acima). Os trabalhadores que a encontraram, enquanto isso, conseguiram pegar uma moeda cada.

2. O tesouro escondido de Staffordshire (Inglaterra)
Imagem/Reprodução: Wikimedia Commons

Encontrado em: 2009 - Valor: 4,1 milhões de dólares americanos
Em 5 de julho de 2009, Terry Herbert, um caçador de tesouros amador, estava procurando um campo agrícola recém-arado perto de Hammerwich, Staffordshire, Inglaterra, quando seu detector de metais tocou. Com a permissão do proprietário, Fred Johnson, durante cinco dias de escavação, 3.500 objetos foram retirados do chão.

Eles faziam parte do que veio a ser chamado de Staffordshire Hoard (Ou O Tesouro escondido de Staffordshire, em tradução livre). É composto apenas de objetos militares, sem vasos ou utensílios de comer ou jóias. Incluía mais de 5,1 kg de ouro, 1,4 kg de prata e granadas semipreciosas. As granadas teriam vindo de lugares tão distantes quanto o Sri Lanka ou o Afeganistão.

3. O tesouro de Saint Albans (Inglaterra)

Imagem/Reprodução: Wikimedia Commons - Roman Solidi

Encontrado em: 2012 - Valor: 100,000 libras esterlinas
Westley Carrington entrou em uma loja na cidade inglesa de Berkhamsted e comprou um detector de metais para iniciantes. Ele então saiu para caçar moedas em um campo agrícola.

O que Carrington encontrou é uma das maiores quantias de moedas de ouro romanas já encontradas na Grã-Bretanha. Ele incluía 159 Roman Solidi, que datam do final do século IV d.C. Foi quando a ocupação romana da Grã-Bretanha terminou.

As moedas foram batidas durante os reinados dos imperadores Graciano, Valentiniano II, Teodósio I, Arcádio e Honório, e eram muito mais valiosas do que as típicas moedas romanas de prata e bronze.

Durante o século IV d.C., St. Albans era a importante cidade romana de Verulamium, e as moedas agora são exibidas no Museu Verulamium.


4. O Tesouro Marítimo encontrado em Cesaréia (Israel)
Imagem/Reprodução: Business Insider

Encontrado em: 2015 - Valor: Não fornecido
Quando os mergulhadores estavam explorando uma área perto do porto do Parque Nacional de Cesaréia, em Israel, encontraram algo que nunca esperavam ver, uma moeda de ouro brilhando no fundo do oceano. E não era apenas uma moeda, segundo a BBC, estima-se que os mergulhadores encontraram mais de 2.000 moedas.

Em vez de pegar as moedas, os mergulhadores seguiram o procedimento legal correto e contataram a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA) para relatar sua descoberta. Trabalhando juntos, os mergulhadores recuperaram milhares de moedas de ouro de 24 quilates que estavam na superfície, sem serem perturbadas, por mil anos.

5. O Tesouro Perdido de Atocha (Espanha)
Imagem/Reprodução: The Wall Street Journal

Encontrado em: 1985 - Valor: 450 milhões de dólares americanos
A Nuestra Señora de Atocha era uma embarcação espanhola que afundou no fundo do oceano durante um furacão em Florida Keys em 1622, informa o The Guardian. O navio havia voltado para a Espanha e carregava um tesouro impressionante de várias peças, incluindo barras de ouro.

Os destroços foram encontrados em 1985 pelo caçador de tesouros americano Mel Fisher. Mas não foi fácil chegar e os destroços levaram Fisher 15 anos para ser descoberto.

6. Tesouro de Środa (Polônia)
Imagem/Reprodução: Carlomorino/ Wikimedia Commons

Encontrado em: 1885 - Valor: 120 milhões de dólares americanos
Trabalhadores estavam demolindo um prédio antigo na cidade polonesa de Środa Śląska quando encontraram um vaso. Nele havia mais de 3.000 moedas de prata datadas do século XIV.

Quando o trabalho de demolição mudou-se para um prédio próximo, foram encontradas moedas de prata e moedas de ouro em florim. Os moradores empreendedores começaram a vasculhar o aterro municipal onde foram retirados os detritos dos prédios. Foi quando as coisas mudaram.
Os itens encontrados incluíam uma coroa de mulher de ouro que provavelmente pertencia à primeira esposa do imperador Carlos IV, dois pingentes de ouro do século XII, dois pingentes de ouro do século XIII, um fecho de ouro medieval contendo pedras preciosas e um anel de safira.



Postar um comentário

0 Comentários