Todo dia cientistas e exploradores trabalham muito para descobrir coisas novas.

Alguma parte deste trabalho inclui encontrar coisas que foram perdidas e/ou enterradas no gelo. E algumas dessas coisas podem ser tão bizarras que chega a confundir a mente. Neste artigo iremos listar e contar um pouco da história desses achados que com certeza irão atiçar sua curiosidade, prepare-se e venha conhecer essas descobertas incríveis.

1. Raposa Congelada
Imagem/Reprodução: GettyImages

Encontrada por um caçador em um lago da Alemanha, este bicho não foi o primeiro antes encontrado por ele. Ele também afirma que encontrou um cervo selvagem e um javali antes desta raposa. Agora, não sabe-se se estes outros achados sejam verdade, porém o que sabemos é que a raposa está sendo exibida como um apêndice ártico de um hotel alemão. Deixando isto para servir como aviso para os perigos do gelo.

2. Mamute congelado
Nomeado como Lyuba, este bebê mamute foi encontrado por um caçador de renas por acidente em 2007. Estima-se que o mamute vagava pela terra há mais de 48 mil anos atrás. Os restos intactos do mamute foram encontrados em uma península congelada na Rússia. Ao encontrar os restos mortais do animal pré-histórico, o caçador sabia que era uma descoberta fenomenal e decidiu procurar ajuda de um amigo.
Imagem/Reprodução: National Geographic

O amigo do caçador o sugeriu que procurasse o diretor de um museu para fazer mais investigações sobre os restos mortais. Então, ele levou os especialistas de volta para o local onde encontrara o corpo, porém ao chegar lá, o corpo de Lyuba havia desaparecido. Mais tarde ele ficou sabendo que o primo do caçador decidiu vender os restos para ganhar dinheiro. Especialistas não perderam tempo e conseguiram localizar a pessoa no qual o primo do caçador o vendeu, encontraram os restos ainda tão bem preservados quanto o caçador encontrou.

A pele, o tronco e até os olhos do mamute ainda estavam totalmente intactos. A descoberta foi incrível e agora é visível ao público em um museu perto de onde encontraram os restos.

3. Avião no gelo
Agora vamos voar mais alto, falando desse avião militar que foi encontrado em 1952, em uma geleira próxima ao seu destino, que era Anchorage, no Alasca
Imagem/Reprodução: YouTube

O acidente matou 41 passageiros e 11 tripulantes. Mas, como as condições eram inseguras (como acontece com as geleiras), policiais e equipes de resgate não conseguiram recuperar nenhum dos destroços. Foram necessários mais 50 anos de derretimento para a geleira recuar o suficiente para que uma missão de resgate se seguisse.

4. Um peixe comendo outro peixe
Aqui, temos uma descoberta interessante: um peixe congelado ao começar a comer outro peixe. É incrível considerar que a água congelou tão rapidamente que os animais dentro viraram picolé quase que imediatamente. 
Imagem/Reprodução: YouTube

E o mais surpreendente é que um pescador no gelo conseguiu recuperar o espécime. Algo que não é muito comum de se ver e é bom que tenha sido por alguém capturado.

5. O homem das botas verdes
Imagem/Reprodução: Wikipedia

Muitas pessoas tentam o ato ousado de escalar o Monte Everest, a montanha mais alta do mundo, como uma meta de suas vidas ou como uma razão que trará emoção. Essa não é uma tarefa fácil, e se alguém não for qualificado o suficiente, poderá acabar morrendo na montanha. Calcula-se que mais de 240 corpos estão espalhados pela superfície das montanhas, e uma parte da montanha foi apelidada como vale do arco-íris, devido à quantidade de equipamento colorido dos alpinistas caídos.

Um certo alpinista que deixou muitos entusiastas do Everest coçando a cabeça, apelidado como apenas "botas verdes", já foi visto curvado sob uma rocha onde morreu. O alpinista usava botas verdes e dizem que ficou lá por meses, até que um dia seu corpo foi removido por alguém, ou algo assim. Não se sabe o que aconteceu com botas verdes, no entanto, muitos dizem que ele foi simplesmente removido para ter um enterro adequado.


6. A múmia de um dinossauro
Algumas das coisas que encontramos no gelo são muito mais do que apenas o antes falado mamute ou raposa. Em vez disso, essas outras descobertas mostram coisas que revelam outro domínio da biologia. Nesse caso, temos uma descoberta que revelou outra maneira pela qual os animais da era do gelo se defenderiam.
Imagem/Reprodução: Wikipedia

Este animal, o nodossauro, foi encontrado e datado em torno de 110 milhões de anos, sendo colocado no meio do período cretáceo. Era uma época de intensa predação, onde, se os animais sobrevivessem, teriam que implementar métodos de defesa completos. No caso do nodossauro, ele teve que crescer espigões e armaduras.

7. Um mergulho para recordação
Imagem/Reprodução: The Scottish Sun

Esse pássaro estava apenas tentando encontrar alguma comida. Infelizmente, após um grande mergulho sob a superfície da água, o animal sofreu um congelamento profundo no qual nunca se recuperaria. A água, em outras palavras, estava tão fria que depois de alguns segundos abaixo da superfície ficou completamente congelado.

8. O farol congelado
Imagem/Reprodução: GettyImages

Bom, é isso mesmo. A construção de um farol no Lago de Michigan, nos Estados Unidos que devido ao inverno rigoroso, foi congelado por completo. Já pensou se fosse na sua casa?

Gostou do artigo? compartilhe com os amigos utilizando um dos botões abaixo!

2 Comentários

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE