Vamos falar um pouco da Síndrome de Burnout, talvez você tenha ou conhece alguém que está passando por essa crise.

Síndrome de Burnout: aprenda a lidar e evitá-la

A OMS caracteriza como uma exaustão extrema do estado físico e mental, acumulo excessivo de trabalho.

Os profissionais que sofrem mais pressão, são mais propícios a desenvolverem a Síndrome de Burnout, pois a responsabilidade e a cobrança mexe com o emocional, nesse momento de pandemia, muitos médicos, enfermeiros, estão desenvolvendo esta crise, pois estão passando por uma pressão.

Outros profissionais também são propícios a desenvolverem O Burnout, como os professores, por exemplo. A crise está em alta nesse momento, pois os professores estão realizando atendimento online, eles não estavam preparados para essa mudança de sistema, os policiais também passam por uma pressão muito grande, entre outros. 

A auto cobrança a pressão e a competição do mercado, deixam os profissionais de diversas áreas suscetíveis a essa Síndrome. 

Os sintomas segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) são:

  • Dor de cabeça frequente
  • Alterações do apetite
  • Insônia 
  • Falta de concentração
  • Sentimentos de fracasso e insegurança
  • Alterações repentinas de humor
  • Isolamento
  • Pressão alta
  • Dores musculares
  • Problemas gastrointestinais 
  • Alterações dos batimentos cardíacos
  • Entre outros problemas.

Como ajudar

  1. Ofereça apoio, não diminua o sentimento da pessoa.
  2. Incentive a pessoa para ir atrás de um profissional.
  3. Não ignore os sintomas.

Quando a pessoa reprime as emoções, todo esse estresse pode somar em algum momento, acionar o gatilho – para desencadear uma crise. Levantar da cama se torna uma tarefa muito pesada, pois a pessoa passa por esgotamento mental.

Dicas para evitar a Síndrome de Burnout

Aprenda a se desligar do Trabalho, quando encerrar o expediente não fique preocupado com o trabalho que não conseguiu concluir, tem que aproveitar o seu momento de pausa, respeitar o momento de descanso.

  • Procure realizar atividades que de prazer.
  • Afaste se de pessoas que só falam em trabalho o tempo todo.
  • Faça exercícios, se não gosta de exercícios realize caminhada, busque qualidade de vida.
  • Reserve um tempo com a família, para assistir um filme realizar um passeio.
  • Evite levar o celular para cama, procure ler um livro na hora de dormir.

Se você está passando por isso ou conhece alguém, busque ajuda profissional, o Psiquiatra e o Terapeuta são indicados nesse processo.


"É parte da cura o desejo de ser curado."

Sêneca

Sobre o Autor

Simone Navarro
Instagram: @navarro.simone

Psicanalista, terapeuta floral, Pedagoga, Coach.

  • Especialista em Saúde Mental e Dependência Química.


Poste um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE