O presidente Jair Bolsonaro cogita substituir o ministro da saúde Eduardo Pazuello. A conversa teria acontecido na noite do último sábado, em um encontro do presidente com outro ministros da ala militar. 

Governo Federal planeja a substituição de Pazuello
(Najara Araújo / Câmara dos Deputados)

O conversa sobre o afastamento chega no mesmo momento em que os deputados do centrão fazem pressão para a troca de comando da pasta, tendo como justificativa a má gestão da saúde durante a pandemia e o atraso no cronograma de vacinação. Após o governo mudar sua estratégia, agora tendo como foco a vacinação da população brasileira, a mudança de ministro seria o pontapé inicial. 

Para substituir Pazuello, estão sendo cotados dois nomes de médicos cardiologistas: Ludhmilla Hajjar, professora associada da USP e Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia. 


Veja o perfil da autora: Lara Santana


Poste um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE